Memória
            Pelo Brasil             Memória             Diretório Nacional de Catequese
08/11/2017 CNBB Memória Diretório Nacional de Catequese
A+ a-
CNBB

DIRETÓRIO NACIONAL DE CATEQUESE - DNC

Aprovação. No dia 15 de agosto de 2005, a Assembléia dos Bispos, em Itaiatuba, SP, no bairro Itaici, aprovou, com três votos em branco e os demais, favoráveis, o Diretório Nacional de Catequese. Ali estive, durante seis dias, com o Padre Luiz Alves de Lima, sdb, ambos membros da Comissão Redatora, para assessorar no processo de incorporação das correções e emendas apresentadas pelos Bispos. Foram muitas as felicitações pelo trabalho realizado e pela qualidade do novo documento de Catequese. 

Sintonia. Por meio deste Diretório Nacional de Catequese (DNC) a Igreja no Brasil demonstra seu zelo em buscar maior sintonia com a proposta por uma Nova Evangelização, face aos desafios do mundo contemporâneo. No Brasil a Igreja vem oferecendo subsídios específicos e de grande valor para esta renovação do processo evangelizador. Ora, a Catequese, sempre esteve em destaque nesta caminhada renovadora. 

Obediência. O Diretório Nacional de Catequese vem, também, enriquecer a longa caminhada vitoriosa do documento da CNBB, Catequese Renovada, Orientações e Conteúdo e que desde 1983, vem conduzindo o processo catequético no Brasil. Mas ele é também uma resposta ao que nos pede Romacom o Catecismo da Igreja Católica (de 1992), e com o Diretório Geral para a Catequese (de 1997). Estes dois documentos de âmbito mundial pedem que as Conferências Episcopais elaborem tanto o diretório nacional como o catecismo nacional.

Riqueza do nosso Diretório. O DNC tem suas raízes num passado muito rico e dele se abebera. É como diz o Salmo 78, 24: “O que nós ouvimos e conhecemos, o que nos contaram os nossos pais, não o esconderemos a nossos filhos, e contaremos à geração seguinte os louvores do Senhor, o seu poder e as maravilhas que realizou”. Ao mesmo tempo, porém, ele leva em conta a realidade do povo, os clamores por um mundo justo e solidário, como Deus o revelou no livro do Êxodo: “Eu vi, eu vi a miséria do meu povo... ouvi seu grito por causa dos seus opressores, eu conheço as suas angústias. Por isso desci a fim de libertá-lo...” (Ex 3, 7-8). O DNC aponta novos horizontes, segundo o Apocalipse: “Eu vi um novo céu e uma nova terra!” (Ap 21, 1). Este Diretório é um passo a mais, e muito importante, nesta caminhada, para a construção do Reino de Deus. 

Organização interna do DNC. O DNC está organizado em duas partes e oito capítulos: 

PRIMEIRA PARTE: Fundamentos teológico-pastorais da Catequese:

1) Movimento catequético: as conquistas recentes;

2) A Catequese na Missão Evangelizadora da Igreja;

3) A Catequese contextualizada: História e Realidade;

4) Catequese: Mensagem e Conteúdo: 

SEGUNDA PARTE: Orientações para a Catequese na Igreja Particular:

5) Catequese como Educação da Fé;

6) Destinatários como interlocutores no processo catequético;

7) Ministério da Catequese e seus Protagonistas;

8) Lugares e Organização da Catequese. 

NB. Já tínhamos em 2005 para a nossa Biblioteca básica da Catequese, além da Sagrada Escritura, os Documentos do Concilio Vaticano II, o Diretório Catequético Geral de 1971 (DCG), a Exortação Apostólica pós-sinodal, de 1980, do Papa São João Paulo II: Catechesi Tradendae (A Catequese no mundo de hoje), o Documento Catequese Renovada, de 1983, o Diretório Geral da Catequese (DGC), de 1997, e o Diretório Nacional de Catequese (DNC), de 2005. Quantos destes importantes documentos de apoio você já leu, estudou, tem?  

Ir. Israel José Nery

Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
Leia os artigos...
                  
Receba as novidades da Catequese do Brasil. Cadastre seu e-mail...