Bíblia e Catequese
            Formação             Bíblia e Catequese             Bíblia: espaço de encontro com Deus
23/11/2017 Therezinha Motta Lima da Cruz Bíblia e Catequese Bíblia: espaço de encontro com Deus
A+ a-

Bíblia: espaço de encontro com Deus

Há muitas maneiras de lidar com a Bíblia. Há pessoas que simplesmente “estudam” a Bíblia, podem dar palestras  sobre a Escritura, podem explicar o contexto em que cada livro foi escrito... mas ficam só na “explicação”, como se estivessem fazendo uma pesquisa arqueológica. É claro que é bom conhecer a situação que gerou os textos bíblicos, perceber o estilo literário que está sendo utilizado em cada parte, saber algo da história  e do vocabulário do povo onde a Bíblia nasceu. Mas a finalidade da Sagrada Escritura vai muito além disso. 

A Bíblia é espaço de encontro com Deus, oportunidade de entrar numa relação mais íntima com a Trindade. O momento de leitura é hora de uma conversa com Deus, na qual nossa vida se entrega, se esclarece, se dispõe a ser transformada. Podemos dizer que é oportunidade especial de oração. Mas aí é bom esclarecer o que entendemos por oração, já que muitos a vêem como simples repetição de fórmulas já consagradas. Orar é mais do que isso, é colocar-se na presença de Deus, ouvi-lo, falar com Ele. Assim vamos lhe entregar cada dia da nossa vida, para que seja vivido à luz de sua sabedoria,  dirigido para seus objetivos, com decisões fortalecidas pela sua graça. Cada um pode fazer isso a seu jeito quando a oração é pessoal.

A intimidade com a Bíblia vai fazendo com que a pessoa se perceba como parte do povo de Deus. Conhecemos bem uma canção que quer comunicar isso. Começa dizendo: “O povo de Deus no deserto andava, mas à sua frente alguém caminhava.” E tem um refrão que repete: “também sou teu povo, Senhor, estou nessa estrada...” Então podemos ler os mandamentos que Moisés recebeu e sentir que também é para nós que Deus oferece esse “manual de vida bem vivida”.  As situações de hoje são diferentes, é claro, mas continuamos sendo chamados a dar testemunho como “povo de Deus”, sendo sinal de esperança para um mundo que muitas vezes perde o rumo.

Somos igualmente parte da história que nos deu Jesus. O que ele disse e mostrou aos apóstolos de seu tempo vale para nós. É fundamental sentir que ele está falando conosco quando orientava seus discípulos. Seria importante, por exemplo, conversar com Jesus percebendo que ele  vem encontrar conosco em nossa casa como se encontrou com a samaritana no poço. O processo de Iniciação à Vida Cristã costuma trabalhar bastante a partir desse episódio, para que cada um sinta que Jesus está sempre “puxando conversa” conosco nas diferentes atividades de nossa vida. 

No Google achamos muitas imagens de Jesus caminhando com gente de hoje, abraçando crianças, consolando aflitos. Essa “atualização” deve ser feita também na catequese quando usamos a Bíblia. É percebendo a presença de Jesus em cada aspecto da nossa vida que nos tornamos verdadeiros discípulos. Aí lembraremos dele em todas as situações.  Podemos pensar num fato assim: 

Uma pessoa foi ver o filme do Homem Aranha. Há ali uma cena onde o jovem Peter Parker está triste porque não podia namorar sua querida Mary Jane, já que isso a exporia à vingança de seus adversários. Seu tio então lhe diz: A vida é assim mesmo. Com grande poder vem grande responsabilidade. Tendo bastante intimidade com a Bíblia, a pessoa ficou emocionada porque isso lhe fez lembrar uma frase de Jesus : a quem muito foi dado muito será pedido. Quando contou o que sentira, alguém a censurou dizendo que ela estava “misturando o sagrado com o profano”. Mas, de fato, ela só foi capaz de fazer isso porque “levava Jesus” sempre consigo.

Quem lê a Bíblia abrindo espaço para uma permanente comunicação com Deus vai se sentir na presença dele, como companheiro de caminhada, o tempo todo. Isso traz consigo uma alegria que a catequese precisa oferecer para que a vida de cada um realmente se transforme.

Como estamos trabalhando na catequese a leitura bíblica? É conhecimento sobre o que aconteceu há muito tempo ou é reconhecimento da presença de Deus em nossa vida?

Therezinha Motta Lima da Cruz

 

Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
Leia os artigos...
                  
Receba as novidades da Catequese do Brasil. Cadastre seu e-mail...